segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Sondas Voyager 1 e 2 completam 35 anos!


   Lançadas a 35 anos atrás, as Voyager's 1 e 2 estão nos confins do Sistema Solar, solitárias, navegando pelo espaço sem destino de chegada, ela ainda se permanecerá assim ainda por muito tempo.
Sonda Voyager 1
    Usando a força gravitacional de vários Planetas, pesando 721.9 kg as sondas gêmeas marcaram seu nome e construíram sua imagem no nosso Planeta Terra.
    São as sondas mais famosas até hoje, 35 anos depois. A voyager 1 fazia sua viagem na velocidade de 61 920 km/h, em maio de 2010 a sonda percorreu 113,3 UA (Unidade Astronômica) na direção da constelação de Ofiúco, na mesma data, a Voyager 2 chegou na extrema velocidade de 15,4 Km/s a 92 UA do Sol.
    O que você achou desses 35 anos de missão Voyager?

domingo, 19 de agosto de 2012

Raio ascendente é registrado em São Paulo durante o inverno

      Divulgação/Elat
O raio partiu de uma das torres de telecomunicações instaladas no Pico do Jaraguá
O raio partiu de uma das torres de telecomunicações instaladas no Pico do Jaraguá
    Pesquisadores do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registraram um raio ascendente em São Paulo durante uma tempestade de inverno, conforme divulgado nesta quarta-feira (15).
    No início do ano, os pesquisadores do Elat registraram pela primeira vez imagens desse tipo de raio no Brasil que, em vez de descer das nuvens e atingir o solo – como ocorre com a maioria das descargas atmosféricas –, parte de algo na superfície e se propaga em direção à nuvem.
    No dia 15 de julho, durante uma tempestade de inverno, mais um raio ascendente foi registrado - ele partiu de uma das torres de telecomunicações instaladas no Pico do Jaraguá, em São Paulo. O que chamou a atenção dos pesquisadores foi a quase total ausência de raios durante a tempestade.
    “Foi uma sorte registrar esse raio ascendente, pois não havia nenhum indício de atividade elétrica na nuvem”, disse Marcelo Saba, pesquisador do Elat e responsável pelas observações.
    De acordo com Saba, a constatação revelou, de forma inédita, que, mesmo na ausência de raios descendentes – que descem das nuvens e atingem o solo –, os raios ascendentes podem acontecer.
(Com Agência Fapesp)

Registros liberados!

    Hoje (19 de agosto de 2012), a direção do Clube de Astronomia do Estado de São Paulo está liberando o registro de membros , anunciamos também que lançaremos o CAESP por definitivo no dia 25/08 (Sábado).Todos os eventos do clube (encontros , palestras ,etc) vão ser agendados apartir de 2013, quando a agenda anual do clube estiver organizada. 

Atenciosamente: A direção

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hostgator Reviews